ARTIGOS

09/08/2016

A Segurança no Mundo da Insegurança

Escrito por Adauto Barros

Nos dias de hoje, é claro e nítido a todos que a insegurança toma conta do nosso país. Por onde olhamos, encontramos ameaças contra nossas vidas e patrimônios.  

Em um primeiro momento, pensamos na segurança pública como solução, pois é o órgão que deveria dar apoio e promover o bem estar  de todos os cidadãos brasileiros. No entanto, há  uma falência em cascata desta área.  

Sentimos, muitas vezes, que estamos de mãos atadas e abandonados pelas autoridades políticas do Brasil, pois não há investimentos em segurança pública, nem em outros setores, como por exemplo,  saúde e educação.  

Passamos por um período, no qual os cidadãos de bem vivem presos dentro de suas residências e empresas, enquanto o crime toma conta das ruas.  Assim, os criminosos transitam e agem  livremente com a certeza de que não serão punidos de forma efetiva. 

Não bastasse tanta violência, agora temos aí a tão falada “AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA”, audiência essa que ouve o marginal, mas não ouve a vítima e nem o policial que efetuou a prisão.  

Sendo assim, pergunto: se a Justiça é a nossa esperança para a punição dos criminosos, depois dessa nova “Audiência de Custódia”, a quem recorreremos? 

Segundo informações do CNJ, o Paraná tem o índice mais alto de prisões preventivas, mas também possui um nível elevado de liberdade provisória, o que aumenta o risco de novos crimes, porque os criminosos esperam os julgamentos soltos pelas ruas.  

Nesse sentido, é de fundamental importância que façamos nossa parte para  termos mais  proteção.  Para tanto, é necessário utilizarmos medidas preventivas tais como: instalar sistemas de segurança em nossas empresas e residências.  

Além disso, é imprescindível que haja uma mudança de comportamento,  tanto enquanto pedestre, ou mesmo como condutores de veículos,  na forma como transitamos diariamente pelas ruas de nossas cidades, ou  no momento de retorno aos nossos lares.  

Essas são pequenas mudanças atitudinais, mas que trazem resultados gigantescos para nossa segurança.  

Em suma, sempre existiá um fator surpresa,  a arma principal do marginal. Porém, a partir do momento que começarmos a agir contra essas ações criminosas de maneira preventiva, esse fator “SURPRESA” passará a ser uma  falha para o mal-intencionado.  

Adauto Barros - Dirietor Executivo Grupo CAT

Referência Bibliográfica  

CNJ- Conselho Nacional de Justiça. Mapa da Implantação da Audiência de Custódia no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 04 de ago.2016 

 

OUTROS ARTIGOS

  • 25/06/2017

    Zelador o Regente Operacional de Seu Condomínio.

    O título leva a nos imaginar que talvez eu tenha me enganado e, pois, queira falar de orquestra ou de um musical, mas asseguro a vocês que não existe equivoco algum. Hoje vamos falar de um profissional que necessariamente precisa ser um regente para ex

    Continuar lendo...
  • 04/11/2016

    Segurança em Condomínios.

    Como se sabe nos últimos anos houve um crescimento gigantesco da expansão imobiliária, se formando milhares de condomínios. Estes empreendimentos chamou a atenção de boa parte da sociedade que buscam conforto, comodidade e acima de tudo segurança.

    Continuar lendo...
  • 01/08/2016

    Capacitação é o Caminho

    Capacitação como ferramenta de desenvolvimento homano.

    Continuar lendo...